ESTREIA DO NOVO VIDEOCLIP E SINGLE

Dias

:

Horas

:

Minutos

:

Segundos


MÚSICA

O Meu Mundo

Fora do meu caminho
Mas dentro do meu campo de visão
Existe um lugar desconhecido

Que traz o teu olhar
Já vi deuses e universos
E já fui dono do próprio sol
Mas ao te tocar sinto o silêncio
Do meu mundo mais longe de ti

As palavras vão nas cinzas
Emoções voam no céu

E quando anoitecer não há segredos
Entre o teu Deus e o meu

Ao viver com este medo
Sigo no escuro sem a tua voz
Não quero mais a saudade que me deixa cego
Nesta história entre nós

E se vieres comigo, sem destino sem razões
Só se vieres comigo para o meu mundo mais longe daqui
Fora dos meus caminhos
Eu resisto, eu vou, eu sinto
Quando o fim não tem principio
Estou no meu mundo mais longe de ti
Agora sei que nada sei
Podes ficar com tudo o que eu nunca serei
Agora sei que tudo sei

Podes fazer por mim o que eu nunca farei
E se vieres comigo, sem destino sem razões
Só se vieres comigo para o meu mundo mais longe daqui
Tu

 

Tu
Onde vais?
Com três passos a frente e um pé atrás
Será tarde de mais

Quando a alma não sente o que o corpo faz?
Tento procurar Duas palavras em mim mas não sei falar
E quando as encontrar

Eu juro que as grito ate ficar sem ar
Pois tudo o que eu desejo esta em ti
Eu viajo no tempo que eu perdi

É agora ou é nunca, tens que ouvir
Quem eu queria eras sempre tu
Onde estás?
Prometo que um dia hei-de lá chegar
Sem o meu disfarce
Conhece o meu rosto e a verdade
Tenta procurar Em ti, o meu lugar
E quando o encontrares Jura que não foges ao meu amar
Pois tudo o que eu desejo esta em ti
Eu viajo no tempo que eu perdi

É agora ou é nunca, tens que ouvir
Quem eu queria eras sempre tu
Tu
Pois tudo o que eu desejo esta em ti
Eu viajo no tempo que eu perdi

É agora ou é nunca, tens que ouvir
Quem eu queria eras sempre tu
Amigos

 

Amigos são sempre bons amigos
Haja chuva ou haja sol
Nunca estamos sós
Inimigo do meu inimigo
Estende o teu braço e aperta-me a mão
Sai da solidão
Dizemos tudo sem falar
Na troca de um olhar
Passamos bem o tempo
Tanto a rir como a chorar
E nada vai mudar
Eu sou amigo ate ao fim
E dou te tudo o que há em mim
Assim porque não há ninguém igual
Um ombro que esteja sempre perto
É um socorro um pilar de milagres
Enquanto a chama não acende
Ninguém te compreende
Amigo não se pede, não se compra nem se vende
Abre o coração
Se dizes tudo sem falar
Na troca de um olhar
E passas bem o tempo
Tanto a rir como a chorar
Tens a salvação
Eu sou amigo ate ao fim
E dou te tudo o que há em mim
Assim porque não há ninguém igual
Sou do Mar

 

Sou do mar mas tenho a terra negra, esculpida na mão
Sou o vento alto da serra que deita as ondas ao chão
Sou o mastro do veleiro que morre aos bocados por ti
Sou português marinheiro Sou um sonho que nunca vi
Sou o sal do azul profundo sou a nau armada em gente
Sou do mar que abraça o mundo sou o mundo de repente
Sou do mar mas vejo a terra fria, na espuma do adeus
Sou a alma feita em guerra Sou a vontade de Deus
Lágrima Lusitana

 

As águas que vão Que levem as minhas mágoas E o seu sal tempere as ainda não choradas. Armas e barões, Memórias gloriosas, Um passado presente escrito por um de nós.
Da minha cara sem vontade Corre a mais pura verdade. Gota, lágrima lusitana!
Da voz da Amália Aos pés do Eusébio Vai a cumplicidade de ser português. Guitarras ao colo Em forma de lágrima Disparam notas mais ferozes que balas.
Da minha cara sem vontade Corre a mais pura verdade. Gota, lágrima lusitana!
Cru

 

 

Olha bem para mim
Diz me tudo o que vai
Nesse olhar afastado e frio
Eu olho bem para ti
Já não somos iguais
Os retalhos não enchem o vazio
É este o amor mais real e cru oh
Ao sentir a dor, é leal e puro
Salve-se quem puder
O ardor está ausente
Somos sombras no claro da luz
Eu lembro-me de esquecer
O passado e presente
Sem futuro pregado á cruz que me dás
É este o amor mais real e cru oh
Ao sentir a dor, é leal e puro
E este o amor mais real e cru oh
Quando perde o sabor, é letal e duro
É este o amor mais real e cru oh
Ao sentir a dor, é leal e puro
É este o amor mais real?

AGENDA


VÍDEOS

25 ANOS DE CARREIRA

Ricardo Carriço, 25 anos de carreira em Moda, Televisão, Cinema, Teatro e Música

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ricardo Carriço de 50 anos tem uma carreira diversificada em Moda, Televisão, Cinema e Teatro. Trabalha também como apresentador e tem na pintura uma das suas grandes paixões.

Em Moda foi considerado um dos melhores manequins.

O seu percurso em Televisão é já longo, tendo participado em mais de 15 produções televisivas entre series, novelas e telefilmes. Destes destacam-se “Desencontros” para a RTP, “Major Alvega” para a RTP, “Cinzas” para a RTP, “Claxon” para a RTP, “Médico de Família” para a SIC, “Querido Professor” para a SIC, “Ninguém Como Tu” para a TVI, “Caixinha de Musica” para a TVI, “Flor do Mar” para a TVI, “Laços de Sangue” para a SIC e ainda “Dancin Days” também para a SIC. Vamos poder vê-lo novamente na SIC em “Mar Salgado” a nova aposta na ficção do canal. Foi ainda apresentador de “Domingo é Domingo” para a RTP, “Lusitânia Expresso” para a RTP2 e “Euroritmias” para a RTP2.

Em Cinema, destaque para “A Trança Feiticeira” de Henrique Senna Fernandes e “Mardi 15 heures, Hotel Vaneau” de Alec Mediefe e “Amália” de Carlos Coelho da Silva.

Em Teatro fez parte do elenco de várias peças das quais se destacam: “Ricardo II” de William Shakespeare, encenado por Carlos Avilez para o Teatro Nacional D. Maria II, “I Hate Hamlet” de Paul Rudnick, encenado por Diogo Infante para o Teatro Villaret, “A Queda do Egoísta Yohan Fatzer” de Bertolt Brecht , encenado por Jorge Silva Melo para os Artistas Unidos, “Mulheres ao Poder” uma adaptação de Isabel Medina para a Escola de Mulheres, “Callas, o Mito Absoluto”, encenada por Fernanda Lapa para a Escola de Mulheres, “Auto da Cananea” de Gil Vicente, encenada por Maria Emília Correia e “Picasso e Einstein” encenado por Rui Mendes para o Teatro da Trindade. Encenou a peça “De Cascais Menino a Menina Cascais” com texto de Maria Helena Torrado que esteve em cena na Sociedade Musical de Cascais e no Auditório do Casino Estoril e mais recentemente “Mãe Natureza” da mesma autora que esteve em cena no Auditório da Confluência em Cascais.

Conta ainda com 7 exposições, entre individuais e coletivas na sua carreira de pintor.

Depois de participar como cantor convidado em diversos projetos musicais, com Rogério Charraz, Maria Viana, Ruy de Carvalho, entre outros, Ricardo Carriço comemorou em 2014, o seu 50° aniversário e os 25 anos de carreira profissional com o lançamento do seu primeiro projeto musical a solo intitulado “O Meu Mundo”. Em dezembro foi lançado o EP na Fnac, dando inicio a uma série de show-cases promocionais e diversos concertos. Em 2016 está previsto o lançamento do seu novo disco de originais.

rc-omeumundo-p

CONTACTOS • CONCERTOS • ENTREVISTAS • INFORMAÇÕES

Para concertos, marcação de entrevistas, envio de informações ou sugestões acerca do projecto musical a solo do Ricardo Carriço, envie a sua mensagem ou o seu email.

 934 139 933           management@ricardocarrico.pt

Subscreva a Newsletter

Inscrever

© 2015 Ricardo Carriço | powered by bigappetite-logo-b Big Appetite   Todos os direitos reservados.  management@ricardocarrico.pt

Partilhe

Partilhe com os seus amigos